// you're reading...

Doenças Auto imunes

Transplante de Células –tronco hematopoéticas no Lupus;

 

Lupus eritematoso sistêmico é uma doença auto imune de mil faces. De difícil diagnóstico ao seu início, a doença pode começar com sintomas neurológicos, cardíacos, articulares e cutâneos e o paciente passar por vários médicos sem que o diagnóstico seja realizado. Assume várias formas e o paciente pode apresentar manifestações graves como tromboses e inclusive vir falecer sem que o diagnóstico seja realizado. Existem as vezes casos familiares e descrição de óbitos. A doença na maioria das vezes é grave e os sintomas quando não debelados em muitos pacientes podem evoluir com problemas renais que fazem com que os rins parem de funcionar.  Esta é a nefrite lúpica na qual o paciente necessita de um transplante de rim para sua sobrevivência.

O tratamento básico do Lupus é com imunossupressores, mas por vezes nada funciona e o transplante de células-tronco hematopoética é uma opção para pacientes não controlados com o tratamento convencional descrito ou naqueles sob risco de piora de sua doença. O Lupus é uma das doenças auto imunes em que este transplante é mais realizados em todo o mundo, com “cura” provável descrita em mais de 50% dos pacientes que foram submetidos a este tratamento.

Sobre o Autor

Médico, Hematologista, Hemoterapeuta, Professor Colaborador da disciplina de Hematologia/Hemoterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de S. Paulo, USP-SP, Coordenador do Grupo de Estudos de Terapia celular do IMC de S J do Rio Preto-SP, Chefe da Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital Infante D. Henrique da Associação Portuguesa de Beneficencia de SJ do Rio Preto SP. , Editor da Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia - Journal of Hematology and Hemotherapy ISSN 1516 8494 , Mestre em Hematologia – Escola Paulista de Medicina, Unifesp-SP, Doutor em Medicina Interna – Unicamp-SP, Livre docente em Hematologia- Famerp- SP.

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!