// you're reading...

Artigos

Pacientes com Amiloidose apresentam melhores resultados ao Transplante do que os portadores de Mieloma múltiplo.


Os clones das células plasmáticas subjacentes ao mieloma múltiplo (MM) e Ig amiloidose de cadeia leve (AL) parecem ser diferentes, não só em termos de carga de tumoral “, mas também em relação a sua biologia.  Altas doses de quimioterapia seguidas do Transplante de Células-tronco Autólogas (TCTHa) é considerado um procedimento padrtão e em uso habitual que tem o objetivo de reduzir o tamanho do clone e contribuir para a melhora da sobrevida global (OS) destes pacientes. Até então nunca tinham sido comparadas formalmente os resultados do TCTHa entre as duas doenças. Entre  os pacientes com diagnóstico de AL ou MM submetidos ao TCTHa como terapia primária na “Mayo Clinic”, em Rochester dos Estados Unidos, foi observado maiores taxas de remissão completa(RC) (40% versus 29%, P <0,0001) no grupo de AL. A respectiva OS mediana nos pacientes com AL e MM foi respectivamente de 113 e 59,5 meses ,P <0,0001. Entre os pacientes que alcançaram RC, os pacientes com MM tinham cinco vezes mais risco de morte quando comparados aos pacientes com AL. Embora o TCTH não possa ser oferecido a todas as pacientes com AL ou MM, parece que os pacientes com AL são os mais beneficiados pelo procedimento.  A diferença de OS é mais notável entre os pacientes que conseguem RC, o que sugere que biologia celular das células plasmáticas é diferente nas duas doenças

Dispenzieri A, Seenithamby K, Lacy MQ, Kumar SK, Buadi FK, Hayman SR, Dingli D, Litzow MR, Gastineau DA, Inwards DJ, Micallef IN, Ansell SM, Johnston PB, Porrata LF, Patnaik MM, Hogan WJ, Gertz MA.

Patients with immunoglobulin light chain amyloidosis undergoing autologous stem cell transplantation have superior outcomes compared with patients with multiple myeloma: a retrospective review from a tertiary referral center.

Bone Marrow Transplant. 2013 Apr 22. doi: 10.1038/bmt.2013.53. [Epub ahead of print].

Milton Artur Ruiz

Sobre o Autor

Médico, Hematologista, Hemoterapeuta, Professor Colaborador da disciplina de Hematologia/Hemoterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de S. Paulo, USP-SP, Coordenador do Grupo de Estudos de Terapia celular do IMC de S J do Rio Preto-SP, Chefe da Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital Infante D. Henrique da Associação Portuguesa de Beneficencia de SJ do Rio Preto SP. , Editor da Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia - Journal of Hematology and Hemotherapy ISSN 1516 8494 , Mestre em Hematologia – Escola Paulista de Medicina, Unifesp-SP, Doutor em Medicina Interna – Unicamp-SP, Livre docente em Hematologia- Famerp- SP.

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!