// you're reading...

Artigos

Transplante Autólogo para a Doença Cardíca Arterial Isquemica

Foi publicado recentemente no “International Journal and Clinical Practice” (2011; 65(8): 858-865) um estudo de metaanálise – método que avalia estudos relevantes e tenta chegar através de método específico estatístico a respostas para a pratica clinica – sobre o uso das células tronco na Doença Cardíaca Arterial Isquemica.
A pergunta era sobre qual seria o impacto do uso de células tronco derivadas da medula óssea naquela doença do coração.
A pesquisa selecionou estudos relevantes cadastrados nas mais importantes bases de dados até janeiro de 2001.
Os autores identificaram 1587 citações e logo de inicio excluíram 1501 deles por não serem relevantes,ou eram estudos em experimentos animais, revisões, editoriais ou outras formas de comunicações.
Foram separados 86 artigos considerados com potencial de entrar no estudo mas 76 foram também excluídos por não serem randomizados( os pacientes são sorteados para tratar ou não tratar por exemplo e se compara os resultados dos dois gruopos) e ao final deste filtro de avaliação sobraram unicamente 7 estudos que preencheram os critérios rígidos para comparação e análise.
A conclusão foi de que a melhora dos parâmetros cardíacos avaliados foram discretamente melhores quanto ao o uso das células-tronco derivadas de medula óssea em relação aos tratamentos convencionais e, principalmente ficou evidente a necessidade de estudos de melhor qualidade sobre o tema, para uma resposta mais efetiva sobre esta questão.

Milton Artur Ruiz

Sobre o Autor

Médico, Hematologista, Hemoterapeuta, Professor Colaborador da disciplina de Hematologia/Hemoterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de S. Paulo, USP-SP, Coordenador do Grupo de Estudos de Terapia celular do IMC de S J do Rio Preto-SP, Chefe da Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital Infante D. Henrique da Associação Portuguesa de Beneficencia de SJ do Rio Preto SP. , Editor da Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia - Journal of Hematology and Hemotherapy ISSN 1516 8494 , Mestre em Hematologia – Escola Paulista de Medicina, Unifesp-SP, Doutor em Medicina Interna – Unicamp-SP, Livre docente em Hematologia- Famerp- SP.

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!