// you're reading...

Artigos

Células-tronco – Revolucionando a Cirurgia Plástica

Este é um tema que recentemente vem dominando a mídia e que passo a reproduzir os pontos que considero relevantes:

“Os tratamentos estéticos com células-tronco de gordura autóloga estão revolucionando a cirurgia plástica e cada vez mais as mulheres preferem fazer o aumento dos seios com células-tronco autólogas em vez de usar os implantes com silicone. Os maiores especialistas do mundo se reuniram na Conferência ICAS (International Cell Assisted Surgery) em Istambul para debater o potencial terapêutico das células-tronco do tecido adiposo.
A gordura autóloga enriquecida com células-tronco é considerado um bioimplante seguro e sustentável, e assim é ideal para procedimentos com anestesia local natural, e para aumento dos seios sem cicatriz e modelação do corpo”.

Esta informação deve ser tratada com cuidado, porém existem estudos cada vez mais avançados indicando um potencial de uso das células adiposas que se encontram em vários locais do organismo, inclusive na medula óssea ( 50% é tecido adiposo) dos adultos com finalidade regenerativa para vários tecidos e tratamento de várias doenças.
As células adiposas( independente de sua origem) necessitam ser retiradas do organismo, tratadas ou colocadas em cultura, para uso posterior. Assim se torna um produto terapêutico com características farmacológicas que devem seguir as legislações vigentes de cada país.
Outro fato já comprovado é que as células é dependendo do local de origem são diferentes.

Assim todo o cuidado é pouco.

Milton Artur Ruiz

Sobre o Autor

Médico, Hematologista, Hemoterapeuta, Professor Colaborador da disciplina de Hematologia/Hemoterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de S. Paulo, USP-SP, Coordenador do Grupo de Estudos de Terapia celular do IMC de S J do Rio Preto-SP, Chefe da Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital Infante D. Henrique da Associação Portuguesa de Beneficencia de SJ do Rio Preto SP. , Editor da Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia - Journal of Hematology and Hemotherapy ISSN 1516 8494 , Mestre em Hematologia – Escola Paulista de Medicina, Unifesp-SP, Doutor em Medicina Interna – Unicamp-SP, Livre docente em Hematologia- Famerp- SP.

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!