// you're reading...

Artigos

Terapia celular com granulócitos

Em situações onde ocorre a queda do número de glóbulos brancos no sangue periférico a chance de aumento de infecções por fungos é bactérias está muito aumentada. Assim para se tratar estes pacientes o uso de antibióticos geralmente é prescrito. Porém, muitas vezes eles não funcionam e o uso de granulócitos (tipo de glóbulos brancos que existem organismo e atuam como primeira linha na defesa contra as infecções) pode ser necessário. Isto já é realizado há décadas, mas não é freqüente na prática médica transfusional por motivos variados Um deles é a dúvida de que esta terapia realmente seja efetiva por não existirem estudos controlados para se afirmar esta resposta. Outro fato é que existem descritos casos de complicações pulmonares em vários pacientes que foram tratados com concentrados de granulócitos.
Por estas e outras dúvidas é que existe um estudo clínico cadastrado no Registro Americano, Clinical trials (NCT00627393) e que deverá ser concluído em 2012 que tem o objetivo de responder esclarecer estas e outras questões do uso dos granulócito em pacientes que apresentam neutropenia (redução de granulócitos no sangue periférico). Por isto é que na prática médica ainda o uso de granulócitos em infecções por neutropenia ainda é controverso e necessita de pronta resposta de sua eficácia para o tratamento de pacientes graves, portador quase sempre de doenças malignas e que apresentam infecções no curso de tratamento com quimioterapia.
Milton Artur Ruiz

Sobre o Autor

Médico, Hematologista, Hemoterapeuta, Professor Colaborador da disciplina de Hematologia/Hemoterapia da Faculdade de Medicina da Universidade de S. Paulo, USP-SP, Coordenador do Grupo de Estudos de Terapia celular do IMC de S J do Rio Preto-SP, Chefe da Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital Infante D. Henrique da Associação Portuguesa de Beneficencia de SJ do Rio Preto SP. , Editor da Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia - Journal of Hematology and Hemotherapy ISSN 1516 8494 , Mestre em Hematologia – Escola Paulista de Medicina, Unifesp-SP, Doutor em Medicina Interna – Unicamp-SP, Livre docente em Hematologia- Famerp- SP.

Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!